terça-feira, 3 de abril de 2012

SAUDADE QUE VEM E VAI - Susana Zilli



Saudade da infância
do ontem, do hoje
que passou.
Saudade dos pensamentos
da vida que era mansa
das tardes de verão,
das noites de outono,
todas as estações.
Família, trabalho, amigos.
Saudade da saudade que ficou.


Um comentário:

Expedito Gonçalves Dias disse...

Sou poeta mineiro e parei para curtir os catarinenses por aqui. Parabéns pelo blog e pelo trabalho desenvolvido.
Abraços!