quarta-feira, 28 de março de 2012

ATA MARÇO DE 2012


ATA DA REUNIÃO DO MÊS DE MARÇO DA ASSOCIAÇÃO DOS CRONISTAS, POETAS E CONTISTAS CATARINENSES (ACPCC)

Às quinze horas e quinze minutos do dia dez de março do ano de dois mil e doze, reuniram-se na Biblioteca Pública Professor Barreiros Filho, os seguintes associados: Augusto, Susana, Paulo, Ari, Roberto, Lílian, Ana, Ivan, Hiamir, Salvelina, Daniel, Nadir, Célia e convidada Soeli. Augusto cumprimentando todos os associados repassou os seguintes convites: 05 a 16/03, 90 anos de Arte Moderna na Assembléia Legislativa de Santa Catarina, com a participação da artista plástica Aurélia Nattir, mãe da associada Nadir Bastos. Dia 21/03, às 20 horas, lançamento do livro infantil O Feijãozinho Falante, da escritora Janice Pavan, no Clube Paula Ramos. Dia 30/03, às 19h30min, comemoração do 17º aniversário de fundação da Associação dos Cronistas, Poetas e Contistas Catarinenses, na primeira reunião da Academia Desterrense de Letras, no Centro Social Urbano do Saco dos Limões. Salientou ainda a participação da associada Inês Carmelita Lohn, na antologia Luz do Amanhecer. Hiamir convidou para o lançamento do livro da escritora Carine Ribeiro, no dia 13/03, às 19 horas, na Livraria Catarinense do Beiramar Shopping. Comentou ainda sobre os cursos oferecidos pela Casa do Escritor, sob a direção de Lenir Códova. Paulo Berri convidou todos a participarem do almoço do strogonoff, a ser realizado no dia 17/03, às 12 horas, na sede da associação do DER. Ivan entregou para os arquivos da ACPCC o livro Há (mar) e Bebê (r) volume III. Aniversariantes dos meses de janeiro, fevereiro e março: Augusto, (03/01), Paulo (17/02), Célia (12/03), Lílian (18/03), Ana Esther (21/03) e Nadir (22/03). Eu, Susana Zilli de Mello, secretária, sem mais nada a tratar, lavro esta ata que deverá ser postada no blog da ACPCC. Florianópolis, 10 de março de 2012.


             Susana Zilli de Mello                                    Augusto de Abreu
                     Secretária                                                     Presidente

segunda-feira, 26 de março de 2012

Acróstico - Neide Helena Lopes


Amor... Paixão, amizade, confiança, honestidade,  simplicidade,  idoneidade,  inteligênciA
Ufa! Se houvesse espaço para enumerar as  qualidades, alcançaríamos  o auge, o apogeU
Garanto que não é exagero. Quem o conhece  sabe que é verdade, isso não  é marketinG
Utópico talvez, mas como não te amar? Ser sua amiga  é sentir-se num pedacinho do céU
Sei que inadvertidamente, este singelo acróstico, revela a  reciprocidade  de opiniões doS
Teus amigos. Amados amigos e poetas. São muitos, encontrados até  mesmo na  interneT
O verdadeiro amigo fica para sempre! Nem sempre na sua vida, mas sempre no coraçãO

terça-feira, 20 de março de 2012

BEIJO - Vivaldo Terres


Pensando em você, eu pensei no seu beijo!
Nesse beijo gostoso, cheio de prazer!
Que só você sabe dar,
Que só você sabe fazer.
 
Esse beijo que enlouquece os meus sentidos,
Esse beijo que me enche o coração,
Esse beijo que para mim não tem segredo,
Pois o conheço com bastante exatidão.
 
Esse beijo que outros não provaram,
Não conhecem e jamais conhecerão...
Esse beijo para mim já é divino,
Como o tango, a valsa e a canção...

sexta-feira, 16 de março de 2012

ELEIÇÃO DE DIRETORIA BIÊNIO 2012 - 2014


No dia 14 de abril de 2012, na Biblioteca Professor Barreiros Filho, às 15 horas, primeira chamada com 50% dos associados ou às 15:30horas; segunda chamada com qualquer número de associados, acontecerá a eleição de Diretoria para o biênio 2012/2014.
Os cargos a serem ocupados são:
presidente;
vice-presidente;
tesoureiro;
secretário e
diretor de cultura e eventos

Florianópolis, 16 de março de 2012

Aquieta-te - Rita Padoin


Aquieta-te meu coração
Que a chuva cai lá fora
E a tempestade ruge com seus trovões
Intempestivos e ameaçador
Aquieta-te, pois os lamentos da minha alma.
Cantam em jubilo louvor a ti

Aquieta-te meu coração,
Até que a primavera chegue novamente
E os lírios floresçam nos verdes vales sem fim
Irei respirar teu aroma deixando minha alma adormecida

Aquieta-te e ouça minha longa história
Veja quantos segredos enraizados numa penúria sem fim
Tento arrancá-lo, mas, suas raízes são profundas e velhas
Para que eu consiga com minhas mãos frágeis tirá-la

Veja meu coração, quantos anos passaram-se
O pêndulo do imortal segredo guardado continua lá
Na quietude do abismo onde o sol nasce e
O véu da escuridão aguarda o pôr do sol

Canta meu coração, eleva tua voz aos céus
Arranca as penúrias da alma
Que as trevas evaporem nas ruínas infinitas
E a aurora desponte no limiar do amanhecer...

terça-feira, 13 de março de 2012

BEIJA- FLOR - Neide Helena Lopes de Carvalho


Oh! garboso beija-flor...
Tens na rosa um grande amor
Amor em forma de rosa
Rosa, flor tão cheirosa!

É ave sem igual...
num vai e vem magistral
Pairas no ar a beijar
A musa do teu voar.

Com sussurros do teu canto
Muito cedo me levanto...
abro a janela e me encanto
Beija-flor, te amo tanto!

Tuas penas multicoloridas
De orvalho matinal umedecida
excedem as pedras preciosas em esplendor
Têm as cores do arco-íris, meu amor!

Ah! colibri... Cognome beija-flor...
Quem te criou com tamanha beleza
Foi Jesus, o Senhor, tenho certeza.
Honra, glória e louvor ao Eterno Criador.

domingo, 11 de março de 2012

sábado, 10 de março de 2012

A LAGARTA –TROCADILHO / Marta Carvalho



MARTA escreveu uma CARTA à MAÍSA, falando sobre uma PESQUISA que ela (a bióloga, não a psicóloga) está desenvolvendo em JACARTA, na INDONÉSIA, próximo a uma FALÉSIA.

Na CARTA, MARTA diz ter encontrado uma LAGARTA, espécie rara, que ela nunca VIU, porque não existe aqui no BRASIL.

A tal LAGARTA nasce VERMELHA e a nenhuma outra se ASSEMELHA, porque de repente fica AZUL-ANIL. E de apenas uma, vira MIL.

Apesar de ser visualmente LINDA, ninguém quis pegar nela AINDA.

Os NATIVOS têm MOTIVOS para dizer que é uma espécie VENENOSA e por isso é PERIGOSA.
Alguns MORRERAM por causa de sua PICADA, e os que SOBREVIVERAM, têm uma saúde DELICADA.

A PESQUISA ainda está na fase INICIAL, quando chegar ao FINAL, MARTA escreverá outra CARTA, informando à MAÍSA, no que deu essa PESQUISA.

MAÍSA ficou CURIOSÍSSIMA, para saber mais sobre essa LAGARTA ESTRANHÍSSIMA!!! 

quinta-feira, 8 de março de 2012

MUITO MAIS - Augusto de Abreu


Para que olhar as estrelas,
se os olhos da mulher
brilham muito mais?

Para que ir atrás de tesouros,
se dentro da mulher
encontramos muito mais?

Para que ir aos campos
sentir o aroma das flores,
se o perfume da mulher
exala muito mais?

Para que água,
se na fonte da mulher
nos saciamos muito mais?

Para que o cobertor,
se o abraço da mulher,
quando dá amor,
nos aquece muito mais?
Para que comida,
se nos beijos da mulher
nos nutrimos muito mais?

Para que ficar procurando...
se encontramos na mulher
tudo e algo mais? 

sábado, 3 de março de 2012

Livro - (sétimasheptassílabas) ROBERTO DE MENEZES


Vender livros no Brasil
é mourejar sem espaço.
Se o autor não for famoso,
ganhará dor e cansaço.
Verá seu trabalho em vão,
se mídia e televisão
não o levarem no braço.
*******************
Se o livro em nosso país
vendesse igual celular,
os autores viveriam
felizes, sempre a flanar.
Se fosse lixo importado,
vendia por atacado,
com risco de até faltar. 
******************
Hoje, no campo e cidade,
ausentou-se a segurança.
Se deixar bolsa em seu carro,
vem logo um pilantra e avança
Mas se leitor livro esquece,
intocado permanece.
Ninguém por ele se cansa.
******************** 
Talvez o livro se furte
de forma vil, na verdade,
quando uns trabalho fazem
em alguma universidade.
Copiar bem satisfeitos,
rasgar as folhas com jeito,
para ganhar faculdade.
*****************
No nosso país cultura
é costume de exegeta.
São raros os seus cultores,
quiçá alguns propedeutas.
E nós, que livro escrevemos,
aos nossos colegas lemos,
ou o destino é a gaveta?...