sexta-feira, 30 de julho de 2010

Ilha Encantada - Audrey Santos

Esse pedacinho de terra, perdido no mar, pelo poeta exaltado


Abrigo terno e aconchegante de manés e forasteiros


Onde a natureza, em sua pujança, colore os sonhos prazenteiros


É via direta à divina consciência, vestígio da celeste harmonia revelado


Em seus tons e cores, em suspirantes contornos e desvelo filial


És bondosa mãe que aos filhos encanta e exorta à reflexão


Onde o céu e o mar, congregam-se e compõem o cenário divinal


És vívida poesia, que merece silenciosa contemplação.

3 comentários:

Susana disse...

Nossa ilha é tão encantadora que em versos e poemas maravilhosos como o seu, conhecemos a imensidão do amor que sentimos por ela. Parabéns!!

Augusto disse...

Pois é Susana. Provavelmente teremos mais pessoas que devem entrar na ACPCC para abrilhantar ainda mais.
Beijos a Anna e Susana

Anônimo disse...

Gostei demais.
Lendo os versos nos transportamos mentalmente e afetivamente para os lugares ímpares desta nossa ilha muito amada.
Parabéns!
Lílian Barreto Manara.